sexta-feira, 15 de julho de 2016

Violência deixa 300 mortos e 42 mil deslocados no Sudão do Sul

Cidadãos do Sudão do Sul desembarcam no aeroporto de Cartum, no Sudão, após fugirem de Juba, na sexta (15) (Foto: Ashraf Shazly/AFP)Cidadãos do Sudão do Sul desembarcam no aeroporto de Cartum, no Sudão, após fugirem de Juba, na sexta (15) (Foto: Ashraf Shazly/AFP)
Ao menos 300 pessoas morreram em recentes combates na capital do Sudão do Sul, Juba, onde também foi registrado o deslocamento de cerca de 42 mil pessoas, informou a ONU.
Juba viveu de 8 a 11 de julho enfrentamentos entre as forças leais ao presidente Salva Kiir e ex-rebeldes sob o comando do vice-presidente Riek Machar, colocando em perigo um acordo de paz assinado em 2015.
O Sudão do Sul se tornou independente em 2011. Em 2013, mergulhou numa guerra civil com matanças interétnicas que deixou milhões de mortos e deslocados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário