quarta-feira, 6 de julho de 2016

Usar o Facebook pode mudar sua religião, diz estudo


Usar o Facebook pode mudar sua religião, diz estudo
Uma pesquisa publicada recentemente nos Estados Unidos mostra que as redes sociais, principalmente o Facebook, pode fazer com que as pessoas mudem de religião.
E não se trata de evangelismo on-line, mas sim de incorporar e tornar como verdade as crenças, dogmas e práticas de outras religiões que são divulgadas na rede.
A reportagem da Super Interessante traz como exemplo a frase: “Borboletas não conseguem ver as próprias asas. Elas sabem o quanto são bonitas, embora todos ao redor consigam”.
Muitas pessoas compartilhariam a mensagem sem saber que se trata de uma frase postada em uma página do Islã.
A Universidade de Baylor, no Texas (EUA), realizou um estudo que mostra como as redes sociais interferem nas crenças das pessoas.
A pesquisa ouviu 3 mil jovens de 13 a 17 anos a respeito de assuntos religiosos entre os anos de 2002 e 2013.
As questões apresentadas eram: e, para eles, outras religiões além da que seguiam poderiam ter valores verdadeiros; se aceitar algumas crenças de outras religiões seria ok ou condenável; e se uma pessoa da mesma religião que eles poderiam acreditar em partes de outras religiões.
A conclusão da pesquisa foi que 80% dos entrevistados acha “ok” incorporar novas crenças em suas vidas ainda que elas façam parte de religiões diferentes das suas.
Ainda segundo o estudo, 89% dos jovens que usavam as redes sociais se mostraram mais flexíveis em relação aos dogmas religiosos, enquanto que os que não utilizavam plataformas como o Facebook se mostraram menos flexíveis além de frequentarem mais os cultos e rituais religiosos.
Os pesquisadores acreditam que as redes sociais estão mostrando as religiões de uma forma diferente, fazendo com que membros de outras crenças possam escolher o que aceitar e o que rejeitar do que lhe é oferecido pela internet.
Os pesquisadores americanos também acreditam que a sensação de anonimato da rede também permite que os usuários curtam mensagens de outras crenças, o que não acontece no meio off-line.
fonte:Gospel prime
  • Ataques terroristas matam quase 100 pessoas
  • Prestes a ser afastada, Dilma publica 14 decretos
  • Comissão do Senado aprova relatório pelo impeachment...
  • TRE condena Temer, que está inelegível pelos próximos...
  • Espanha registra 1º caso de microcefalia relacionado...
  • Temer pode ser primeiro presidente 'ficha-suja
  • WhatsApp manda executivos ao Brasil
  • Comissão do Senado tem 'Cunha psicopata' e Dilma ...
  • Primeiro processo por crime de guerra na Síria ...
  • Trump segue invencível
  • Brasileira é suspeita de abandonar criança ...
  • Corpos de alpinistas são achados no Himalaia 16 anos depois...
  • Avanço de supergonorreia que pode se tornar intratável...
  • Prefeito do Rio' em cerimônia da Tocha
  • Juiz que suspendeu WhatsApp vai enfrentar processo...
  • Janot afirma que Cunha era 'um dos líderes' ...
  • Francês processa empresa porque trabalho era entediante...
  • Obama posta foto de 5ª série e homenageia professora
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário