sexta-feira, 17 de junho de 2016

Imprensa internacional repercute decreto de calamidade pública do RJ

Agência de notícias Reuters destacou decreto de calamidade pública em função da crise financeira no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Reuters.com)

O decreto de calamidade pública em função da crise financeira no Rio de Janeiro gerou repercussão imediata na imprensa internacional na tarde desta sexta-feira (17)
.
A agência de notícias Reuters destacou: "Rio declara estado de emergência financeira". O texto da agência, que diz que as receitas do estado, em parte ligadas à indústria do petróleo, caíram nos últimos dois anos, foi publicado em diversos veículos de imprensa.
Agência de notícias Reuters destacou decreto de calamidade pública em função da crise financeira no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Reuters.com)
O decreto também foi noticiado pelos sites dos jornais americanos "Washington Post" e "The New York Times", do espanhol "El País", da rede de TV americana NBC e da britânica BBC.

O "Washington Post" afirma que o decreto surpreendeu a muita gente e destacou que a Olimpíada acontecerá em meio ao julgamento de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, à crise em saúde pública devido à epidemia do vírus da zika e à recessão econômica.

O jornal também cita que o estado foi atingido pela queda das receitas e do preço do petróleo, "enquanto uma enorme crise de corrupção deixou a companhia petrolífera estatal Petrobras, uma das maiores empresas do Rio de Janeiro, cambaleando".

Ao repercutir a notícia, a rede britânica BBC destacou que o anúncio é feito a menos de 50 dias da Olimpíada. Também lembrou que há preocupações sobre a epidemia do vírus da zika e o impacto que ela pode ter sobre o turismo no Rio de Janeiro.

O jornal espanhol "El País" ouviu especialistas, que disseram que o decreto pode servir para justificar uma injeção extra de recursos do governo federal durante o período de restrição fiscal.
A reportagem também lembra que o Estado do Rio de Janeiro é responsável por "concluir as atrasadas obras do metrô", que são "fundamentais para o transporte dos torcedores". A nova linha vai ligar a Zona Sul à Barra da Tijuca, na Zona Oeste.
Decreto
Essa é a primeira vez na história que o estado toma medida semelhante na área financeira. Segundo o governador em exercício, Francisco Dornelles, o decreto em como objetivo "apresentar à sociedade do Rio de Janeiro as dificuldades financeiras do estado, abrindo caminho para medidas duras no campo financeiro".

Segundo o decreto, publicado em edição extraordinária do Diário Oficial do estado, o motivo é a "grave crise financeira", que impede o cumprimento das obrigações assumidas em decorrência da realização da Olimpíada e da Paralimpíada. A publicação acontece a 49 dias dos Jogos Olímpicos.

De acordo com o texto, o governo teme um "total colapso na segurança pública, na saúde, na educação, na mobilidade e na gestão ambiental".

"Ficam as autoridades competentes autorizadas a adotar medidas excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos essenciais, com vistas à realização dos Jogos", diz o artigo 2° do decreto.

Ainda de acordo com o texto, as autoridades competentes ainda "editarão os atos normativos necessários à regulamentação do estado de calamidade pública para a realização dos Jogos".
Fonte:G1


  • Ataques terroristas matam quase 100 pessoas
  • Prestes a ser afastada, Dilma publica 14 decretos
  • Comissão do Senado aprova relatório pelo impeachment...
  • TRE condena Temer, que está inelegível pelos próximos...
  • Espanha registra 1º caso de microcefalia relacionado...
  • Temer pode ser primeiro presidente 'ficha-suja
  • WhatsApp manda executivos ao Brasil
  • Comissão do Senado tem 'Cunha psicopata' e Dilma ...
  • Primeiro processo por crime de guerra na Síria ...
  • Trump segue invencível
  • Brasileira é suspeita de abandonar criança ...
  • Corpos de alpinistas são achados no Himalaia 16 anos depois...
  • Avanço de supergonorreia que pode se tornar intratável...
  • Prefeito do Rio' em cerimônia da Tocha
  • Juiz que suspendeu WhatsApp vai enfrentar processo...
  • Janot afirma que Cunha era 'um dos líderes' ...
  • Francês processa empresa porque trabalho era entediante...
  • Obama posta foto de 5ª série e homenageia professora...




  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário