terça-feira, 26 de abril de 2016

AGU entra com recurso para anular sessão do impeachment

Advocacia-Geral da União alega que houve irregularidades na sessão. Secretaria da Mesa da Câmara afirma que votação obedeceu as normas
Advocacia-Geral da União alega que houve irregularidades na sessão. Secretaria da Mesa da Câmara afirma que votação obedeceu as normas



A AGU lista, como irregulares, os fatos de o relator do processo, Jovair Arantes (PTB-GO), ter discursado na tribuna no dia da votação; de ter havido orientação dos líderes para a votação das bancadas e também de grande parte dos deputados, ao votar contra Dilma, não terem usado como justificativa o crime de responsabilidade atribuído a ela, e sim manifestações de que estavam votando, por exemplo, pela família e pela cidade natal.A Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou um recurso na Câmara nesta segunda-feira (25) para anular a sessão do plenário da Casa que votou pelo prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A AGU pede ainda que o processo, atualmente em tramitação no Senado, volte para a Câmara para que seja refeita a votação.O recurso alega que houve irregularidades na sessão do impeachment.
O recurso foi encaminhado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que não tem prazo para responder.

Fonte: G1



  • Soda cáustica recupera coral vítima de CO2
  • Homem é preso por ataques racistas a Taís Araújo ...
  • Justin Bieber é criticado por usar camiseta com frase...
  • Governo manda funcionário a Las Vegas para entende de jogos de azar...
  • Apesar das ameaças de morte, Sergio Moro se pronuncia...
  • Lula fortalece o meu governo; diz Dilma
  • Multidão pede renúncia de Dilma
  • Grampo pega conversa entre Dilma e Lula
  • Prefeitura do Rio faz ajustes em 11 linhas de ônibus...
  • Água servida de graça em bares e restaurantes do Rio...
  • Policiais civis fazem paralisação de três dias  ...
  • WhatsApp: novo vírus faz com que usuários tenham ...
  • França confirma caso de zika por transmissão sexual...
  • Jovens não podem ser evangelizados no Tajiquistão...
  • Microcefalia: 59% dos brasileiros desaprova aborto...
  • Governo não corta nem 20% dos comissionados após a...
  • Um jihadista no Brasil
  • 'Homem-árvore' fará 15 operações para se livrar 
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário