quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Cristã relata como foi ser prisioneira do Boko Haram


Imagem: Divulgação
 Mercy* é uma mulher de 22 anos, do estado de Borno, no nordeste da Nigéria. Ela foi sequestrada em junho de 2014, quando os terroristas do Boko Haram invadiram a pequena cidade de Gwoza onde ela morava. Essa é a primeira vez que Mercy fala sobre as cinco semanas que permaneceu em cativeiro, onde foi forçada a se casar, a assistir a assassinatos e a se converter ao Islã.
“Todo mundo na cidade correu para se salvar. Meu pai e eu fomos separados. Eu não sei o que aconteceu com ele. Eu acho que ele morreu da mesma maneira que muitos outros morreram, porque eles se recusaram a negar a Cristo. Eu e outras quatro mulheres fomos levadas sob ameaças de espancamento, caso não obedecêssemos às ordens”, relata Mercy.
“Meu primeiro dia foi um inferno, eu chorava muito, mas também orava pedindo a Deus para me dar coragem. Fomos interrogadas, eles nos convidaram a nos tornarmos muçulmanas. As mulheres aceitaram imediatamente e se casaram com membros do Boko Haram. Eu implorei dizendo ser cristã, então apanhei muito e me forçaram a casar com um deles. Participei de ensinamentos islâmicos e orações. Também fui torturada. Vi muitos cristãos sendo mortos, mas não negaram a sua fé. Posso dizer que vi o cumprimento de muitas coisas que li na Bíblia. Graças a Deus fui resgatada após uma campanha do governo e mesmo vivendo entre ruínas agora, sou grata a Jesus por estar viva e livre”, declarou a cristã.
* Nome alterado por motivos de segurança.
 Fonte: Portas Abertas

  • Israel ainda está sem embaixador no Brasil
  • Polêmico e “acima da média”, Thalles Roberto  ...
  • Descoberto possível nono planeta do Sistema Solar
  • ‘Não tem uma viva alma mais honesta do que eu’, afirma Lula...
  • Rio fará inspeções diárias para afastar perigo de zika virus ...
  • Datena não disputará prefeitura de SP
  • Empresa fabrica bonecas hiperrealistas para pedófilos...
  • OMS alerta sobre síndromes neurológicas em países com zika ...
  • Cristã relata como foi ser prisioneira do Boko Haran...
  • Apesar da crise, deputados federais viajaram 235 vezes...
  • PF indicia Vale e Samarco por tragédia em Mariana
  • Movimento da Terra mudou signos do Zodíaco ...
  • Polícia Federal acha rombo de R$ 5 bilhões em Correios...
  • Governo Federal quer banir a história do cristianismo...
  • Crise financeira já rebaixou quase 4 milhões às class ...
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário