segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Terremoto com epicentro no Afeganistão atinge o sul da Ásia

Um homem carrega um menino ferido até o hospital Lady Reading em Peshwar, no Paquistão, após forte terremoto na região (Foto: Mohammad Sajjad/AP)







Homem carrega um menino ferido até o hospital Lady Reading em Peshwar, no Paquistão, após forte terremoto na região (Foto: Mohammad Sajjad/AP)
Mais de 200 pessoas morreram nos países afetados, segundo balanço divulgado pelas autoridades, informa a agência Reuters. O número de mortos ainda pode aumentar nos próximos dias porque as comunicações foram afetadas em grande parte da cordilheira Hindu Kush.
O tremor, que durou quase um minuto, sacudiu edifícios de Cabul, Nova Délhi e Islamabad e provocou pânico entre os moradores. A região é montanhosa e pouco habitada.Um terremoto de 7,5 de magnitude atingiu o norte do Afeganistão nesta segunda-feira (26) e também foi sentido no Paquistão e em todo o norte da Índia.
12 meninas morreram em um tumulto ao tentar escapar de uma escola na cidade afegã de Taloqan, no norte, de acordo com autoridades.
"Elas caíram nos pés de outros estudantes", disse Abdul Razaq Zinda, chefe provincial da agência nacional afegã de gestão de desastres, que relatou danos grandes em Takhar.
Mil feridos no Paquistão
Já no Paquistão, o chefe da agência de gestão de desastres da região de Khyber Pakhtunkhwa, Amer Afaq, disse que o número de mortos chegou a 167, e o porta-voz das Forças Armadas, general Asim Bajwa, afirmou que cerca de mil pessoas ficaram feridas.O epicentro do tremor foi localizado perto de Jurm, na região de Hindu Kush, a 250 km da capital afegã, Cabul, e a uma profundidade de 213,5 km, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).
Inicialmente, a magnitude do tremor foi avaliada em 7,7 e revisada posteriormente pelo serviço para 7,5.
De acordo com os primeiros relatórios, o terremoto aconteceu às 13h30 do horário local (7h em Brasília).

Prédios também tremeram na capital indiana, Nova Délhi, levando os funcionários dos escritórios a correr para as ruas. Nenhuma morte foi registrada na Índia.Este terremoto foi o de maior intensidade no sul da Ásia, área de alta atividade sísmica, desde que um tremor atingiu o Nepal em 25 de abril.
De magnitude 7,8, o fenômeno deixou cerca de 9 mil mortos e destruiu ou danificou 900 mil casas.
Essa região montanhosa é sismicamente ativa e as movimentações tectônicas no subcontinente indiano podem causar enorme e destrutiva liberação de energia.
Um terremoto de magnitude 7,6 atingiu no norte do Paquistão pouco mais de uma década atrás, em 8 de outubro de 2005, e matou cerca de 75 mil pessoas.
fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário