terça-feira, 6 de outubro de 2015

‘Lula enriqueceu de forma ilícita’, diz um dos fundadores do PT


 Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, Hélio Bicudo se afastou do PT em 2005,  quando explodiu o escândalo do mensalão
Um dos fundadores do PT, Hélio Bicudo se afastou do PT em 2005, quando explodiu o escândalo do mensalão. Recentemente protocolou um pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff

O jurista e um dos pioneiros do Partido dos Trabalhadores Hélio Bicudo afirmou, em entrevista ao programa Roda Viva esta semana, da TV Cultura, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enriqueceu de forma ilícita usando a figura da Presidência da República. Segundo Bicudo, “Lula se corrompeu e corrompe a sociedade brasileira como ela é hoje através da sua atuação como presidente da República”, declarou.
Bicudo se afastou do PT em 2005, quando explodiu o escândalo do mensalão. Recentemente, protocolou, na Câmara dos Deputados, um pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Questionado sobre o que mais o decepcionou em sua trajetória no PT, Bicudo foi taxativo: “O que mais me impressionou foi o enriquecimento ilícito do Lula. Ninguém fala nisso, mas eu conheci o Lula numa casa de 40 metros quadrados. Hoje, o Lula é uma das grandes fortunas do país. Ele e os seus filhos”.
“Eu conheci o Lula quando ele era um postulante ao governo do Estado de São Paulo; eu entrei como vice na chapa, nos anos 80″, disse Bicudo. “Era um panorama completamente diferente do que se vê hoje no Lula quando ele fala. Ele falava para obter o poder e usar o poder em benefício próprio e dos seus, da sua família e todo mundo sabe disso”.
Procurada pelo UOL, a assessoria de imprensa do Instituto Lula afirmou que o ex-presidente não se manifestará sobre as críticas e acusações do jurista.
Futuro do PT
Perguntado sobre o futuro da sigla que ajudou a fundar, Bicudo afirmou: “Acho que o PT não tem futuro. Acho que o PT, como partido, desapareceu. Tem uma pessoa, que é o Lula. O resto não é nada. Quer dizer, é o partido do ‘sim, senhor’. Eu saí do PT exatamente por causa dessa questão da hegemonia das pessoas”.
Para ele, o PT “contaminou as instituições do Brasil de ponta a ponta”. “O processo para você constituir um juiz do supremo é um processo completamente viciado. O PT contaminou o Judiciário e o Ministério Público.”
Dilma
Questionado sobre as declarações de Dilma de que as tentativas de impeachment seriam, na verdade, um golpe de Estado, Bicudo disse: “Acho que precisa dizer para a Dilma ler a Constituição, porque lá está escrito que o impeachment é um remédio constitucional. Então, não existe esse negócio de golpe. O impeachment é um processo democrático em curso”.
O jurista, que também atuou no impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello em 1992, ponderou sobre as comparações entre aquela época e atualmente: “O Collor estava há pouco tempo no Executivo. A Dilma teve um mandato inteiro. Ela consolidou o prestígio do presidente da República. E o brasileiro é muito centrado no paternalismo”.
“Eu acho que a saída da Dilma não vai gerar trauma algum. As pessoas vão respirar fundo, dizendo: ‘Puxa, saiu”, concluiu.

Fonte: Notícias ao Minuto e UOL





  • Para FBI, Estado Islâmico já é uma ameaça ...
  • Polêmica estátua de Satã é inaugurada nos EUA
  • Dez medidas contra a corrupção
  • Pesquisa: maioria dos brasileiros não lê nem um livro..
  • Igreja Católica italiana se recusa a pagar imposto...
  • Índia caminha para ser país mais populoso do mundo...
  • Seu olfato pode indicar quando você vai morrer
  • Vivendo sem o veneno do século XXI
  • Aumenta casos de HIV no Brasil
  • Canadá busca brasileiros para trabalho temporário
  • Inadimplência cresce 4,6% no 1º semestre
  • Chanel vale mais do que dinheiro na Grécia,
  • Plutão é maior do que se pensava, revela sonda ...
  • Dinheiro da Petrobras pagou prostitutas de luxo
  • Cientistas encontram indícios de vida extraterrestre...
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário