segunda-feira, 25 de maio de 2015

Vulcão entra em erupção nas Ilhas Galápagos



Vulcão Wolf entrou em erupção nesta segunda-feira (25) em Galápagos, no Equador (Foto: Reprodução/ Facebook/ Diego Beto Paredes)Vulcão Wolf entrou em erupção nesta segunda-feira (25) em Galápagos, no Equador (Foto: Reprodução/ Facebook/ Diego Beto Paredes)
O vulcão Wolf, nas ilhas de Galápagos, no Equador, fez uma erupção nesta segunda-feira (25) lançando lava em uma zona desabitada por humanos, que abriga a única população de iguanas rosadas do mundo, disseram autoridades.
O vulcão está localizado na Ilha Isabela, a maior do arquipélago equatoriano, Patrimônio Natural da Humanidade. Os moradores de Isabela estão em Puerto Villamil, a 115 quilômetros ao sul do vulcão.
A erupção liberou fluxos de lavas que descem pela parte oposta ao local onde estão os animais, e gerou uma coluna de fumaça de 10 quilômetros de altura. 
"Esta erupção gerou uma coluna muito grande de mais de 10 quilômetros de altura, e posteriormente se dirigiu até a parte sul do vulcão. Não temos registro de qualquer tipo de perturbação para a população", afirmou à imprensa Sandro Vaca, do Instituto Geofísico de Quito.
"No vulcão está assentada a única população de iguanas rosadas do mundo, compartilhando o habitat com iguanas tartarugas gigantes Chelonoidis becky, localizadas na parte noroeste e que, por isso, não devem ter sido afetadas", informou o Parque Nacional Galápagos (PNG), em nota.
O PNG ressaltou que a erupção não representa um risco para as operações turísticas, e os parques continuarão abertos.
A última erupção do Wolf foi registrada em 1982, segundo o PNG. A atividade vulcânica pode se manter em ação por vários dias, com fluxos de lava que eventualmente descerão até a zona marítima, segundo o especialista do Instituto Geofísico.
A explosão foi avistada nesta madrugada por um barco de turismo, que alertou as autoridades de Galápagos. Elas realizarão sobrevoos para determinar o impacto da erupção.
Imagens divulgadas pelo PNG nas redes sociais mostram lava e material incandescente caindo por um dos flancos do Wolf, e uma fumaça que se eleva da cratera.
Uma espécie única
A atenção dos ambientalistas está centrada nas iguanas rosadas, uma espécie única no mundo que habita a ilha Isabela.

Os primeiros indivíduos desta espécie foram encontrados em 1986, e após investigarem por vários anos seu componente genético, foi determinado que tratava-se de um réptil de características desconhecidas.
A iguana pertence ao gênero Conolophus, e seu traço mais chamativo é a cor rosada, que se atribui a uma perda de pigmentação.
Localizado a 1.000 km da costa equatoriana, o arquipélago de Galápagos é formado por 13 ilhas e é considerado uma das zonas vulcânicas mais ativas do mundo, de acordo com o Instituto Geofísico Equatoriano.
Além do Wolf, na ilha Isabela estão os vulcões Darwin, Alcedo, Cerro Azul e Sierra Negra.
As ilhas Galápagos receberam seu nome das gigantes tartarugas que a habitam, e foram o laboratório natural no qual se inspirou o cientista inglês Charles Darwin para elaborar sua teoria sobre a evolução das espécies no século XIX.
fonte:G1




  • Estudos Bíblicos
  • Pensamentos
  • BIBLIA ONLINE
  • Brilhe
  • De joelhos
  • Pleno Adorador
  • Promessas
  • Crescimento
  • DAVID WILKERSON
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário