terça-feira, 14 de abril de 2015

Equador tira 1,3 milhão de pessoas da pobreza em oito anos

O Equador anunciou nesta terça-feira (14) uma redução de 12,5% no índice de pobreza nos últimos oito anos. O índice passou de 38,3% para 25,8%, o que significa que 1,3 milhão de pessoas deixaram de ser pobres.
O presidente Rafael Correa, no poder desde 2007, destacou que a cifra coloca o Equador como "um dos países da região que mais reduz a pobreza", principalmente pelas políticas de redistribuição de riqueza implementadas em seu governo.
O Equador conta com uma população estimada de 15,7 milhões de habitantes.
Durante um encontro com trabalhadores rurais e indígenas em Cangahua, a nordeste de Quito, Correa apresentou os dados de um amplo estudo estatal sobre condições de vida, realizado nacionalmente, e que aponta uma redução de 12,5% na taxa de pobreza em relação a 2006.
Segundo o Instituto Nacional de Estadística e Censos, 1,3 milhão de pessoas saíram da pobreza nos últimos oito anos.
"Hoje temos 25,8% (do índice de pobreza). Ainda é muito, mas já é uma em cada quatro pessoas a que é pobre no país em comparação a 2006, quando esse flagelo afetava uma em cada três", explicou Correa.
Durante o período analisado a miséria caiu de 12,9% para 5,7%.
fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário