terça-feira, 3 de março de 2015

Água estocada pode faltar em cinco meses na Grande BH,



"Com cinco meses, no máximo, a gente vai estar com problema de água estocada", disse a presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Sinara Meirelles, nesta terça-feira (3), em Belo Horizonte.
Segundo a presidente, mesmo com o alerta contra o desperdício, o Sistema Paraopeba, formado pelos reservatórios Rio Manso, Vargem das Flores e Serra Azul, está longe de se recuperar. Ela disse ainda que o ano todo será de esforço.
"30% de economia é o que temos dimensionados até agora. O período de chuvas em 2015 vai ser inferior a 2014. Isso significa que ao longo desse período de chuva, que está terminando, e na entrada do período de estiagem, na metade do ano, isso vai prevalecer em termos de preocupação".
O governador Fernando Pimentel (PT) admitiu que uma sobretaxa, paga por quem estiver gastando além da conta, já está sendo estudada. "Vamos trabalhar pra que não haja racionamento. A primeira etapa que a gente está propondo é uma sobretaxa pra quem gastar acima da média do ano passado. Isso é que nós estamos discutindo com a agência reguladora", disse.
Há ainda risco de racionamento. "Se não mudar o hábito de consumo e economizar água, se não conseguirmos aumentar a captação, ou seja, se não chover, mantida a capacidade atual de reserva de água, vamos ter que racionar daqui a três ou quatro meses", alertou.
Segundo a Copasa, nesta terça-feira, o Sistema Paraopeba operava com 30,2% da sua capacidade. O reservatório Rio Manso estava com 42,5%, o Serra Azul estava com 9,2% e o Vargem das Flores tinha 30,1% de sua capacidade.
fonte:G1


  • ***ADORAÇÃO***
  • ***APRENDENDO***
  • ***BELEZA***
  • ***ESTUDOS BÍBLICOS***
  • ***IGREJA PERSEGUIDA***
  • ***NOTÍCIAS GOSPEL***
  • ***PENSAMENTOS***
  • ***TESTEMUNHOS REAIS***
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário