segunda-feira, 23 de março de 2015

21 lugares do mundo onde a liberdade não existe

 

Imagem: Divulgação
A democracia e os direitos políticos e civis estão em perigo e enfrentam hoje as maiores ameaças em 25 anos. A alarmante constatação foi feita pela Freedom House, organização não governamental (ONG) que monitora a liberdade pelo mundo, no relatório “Freedom in the World 2015”.
O estudo investiga a situação em 195 países para eleger os governos que mais respeitam os ideais democráticos e expor aqueles que constantemente os violam. Para tanto, são analisadas duas categorias básicas: os níveis de direitos políticos e de liberdades individuais em um local. A partir daí, são então atribuídas notas que variam de 1 (livre) até 7 (nada livre).
Entre aqueles que gozam de sociedades livres estão majoritariamente os países da Europa, além dos Estados Unidos e o Canadá. O Brasil também considerado um local que preza pela democracia e recebeu a nota 2 em todos os indicadores.
Na lista de países com as condições mais preocupantes, não há surpresas. Um deles, inclusive, é a Guiné Equatorial, cuja história foi homenageada pela escola de samba vencedora do Carnaval 2015 no Rio de Janeiro, a Beija-Flor de Nilópolis.
Lista e nota
Número 1 (livre) até 7 (nada livre), com os indicadores de direitos políticos e Liberdades civis:
República Centro-Africana: 7
Guiné Equatorial: 7
Eritreia: 7
Coreia do Norte: 7
Arábia Saudita: 7
Somália: 7
Sudão: 7
Síria: 7
Turcomenistão: 7
Uzbequistão: 7
Tibete: 7
Saara Ocidental: 7
Bahrein:  7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Bielorússia: 6 (Direitos políticos) e 7 (Liberdades civis)
Chade: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
China: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Cuba: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Sudão do Sul: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Crimeia: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Faixa de Gaza: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)
Ossétia do Sul: 7 (Direitos políticos) e 6 (Liberdades civis)

Fonte: Exame

  • Você é o que você retrata
  • O Cristianismo de hoje
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário