Com presença cativa em algumas carteiras recomendadas, o setor financeiro é um dos de melhor desempenho na Bolsa brasileira. Um sucesso recentemente comprovado em um levantamento feito pela Economática, que mostrou que os grandes bancos brasileiros têm maior rentabilidade sobre patrimônio líquido (ROE) do que as instituições dos Estados Unidos. 
O estudo considerou apenas instituições financeiras com ativo total acima de US$ 100 bilhões. O ROE dos bancos brasileiro ficou em 18,23%, contra 7,68% dos bancos americanos. 
No Brasil, entre os bancos grandes, apenas o Banco do Brasil (BBAS3) apresentou queda na rentabilidade sobre patrimônio líquido - de 24% para 16,65% na comparação entre 2013 e 2014, queda de 7,35 pontos percentuais. Já o Itaú Unibanco (ITUB4) é a instituição com a melhor rentabilidade tanto no Brasil quanto nos EUA: de 22,68%, crescimento de 2,65 p.p. em relação a 2013. 
Entre estes, o campeão de crescimento no ROE entre todas as 18 instituições analisadas entre 2013 e 2014 foi o Bradesco (BBDC3; BBDC4), que teve um avanço de 2,78 p.p., chegando a 19,81%.
Apesar disso, a mediana do ROE dos bancos brasileiros no ano de 2014 é o menor valor já registrado desde o primeiro trimestre de 2002, quando foi de 18,97%. A Economatica lembra que o melhor momento dos bancos brasileiros foi no segundo trimestre de 2006, quando obtiveram 33,16% na mediana.
Fazendo a análise sem a discriminação por volume de ativos, o ROE dos bancos brasileiros continua à frente dos americanos em 9,8% contra 8,47%. Contudo, esse é o pior número para as nossas instituições financeiras desde o primeiro trimestre de 2002.
fonte:msn