sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Falta d’água faz casos de dengue explodirem em SP

 Imagem: Divulgação

A crise da água, que leva habitantes a estocar água em reservatórios muitas vezes sem proteção, motiva uma explosão dos casos de dengue em São Paulo, alertou nesta quarta-feira a Secretaria Municipal de Saúde. O número de casos da doença na capital paulista quase triplicou nas primeiras semanas de janeiro de 2015 em comparação ao ano anterior: são 120 casos confirmados de um total de 1.304 notificações entre 1 e 24 de janeiro. No mesmo período do ano passado, foram 45 casos confirmados de 495 notificados.
A projeção em 2015 é de até 90 mil casos de dengue na capital paulista – em 2014 foram 28.995 casos com 14 mortes. O secretário-adjunto de Saúde, Paulo Puccini, afirmou que as coordenações dos prontos-socorros e das unidades de saúde da cidade foram convocadas para uma reunião na semana que vem para reforçar o protocolo de atendimento da doença.
O secretário também alertou para os poços artesanais que, assim como caixas d’água e quaisquer tipos de reservatórios de água precisam ser cobertos ou ter telas para evitar formação de criadouros do mosquito Aedes aegypti.
A prefeitura vai intensificar a campanha de conscientização sobre a dengue a partir desta semana. Além dos 2.500 agentes de zoonoses, 7.500 agentes comunitários vão atuar de porta a porta, com grupos de orientação e ações de combate nos locais de grande concentração de pessoas. As subprefeituras também participarão do trabalho preventivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário