segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Médico é acusado de infectar mais de 100 com HIV

Um tribunal de Justiça do Camboja indiciou por assassinato e outras acusações um médico sem licença que supostamente infectou mais de 100 pessoas com o vírus HIV, segundo informações  divulgadas nesta terça-feira (23) pela imprensa local.
Yem Chhrin, de 53 anos, está sob custódia policial há uma semana e será processado por homicídio, com requintes de crueldade, após infectar intencionalmente pessoas com o vírus, enquanto exercia a medicina sem os certificados necessários.
Pelo menos 105 pessoas, entre elas 19 crianças, moradores da comunidade de Roka, na província de Battambang, no noroeste do Camboja, testaram positivo para o vírus HIV em uma inspeção médica.
Os moradores acusam Chhrin de ter utilizado as mesmas agulhas, sem esterilizá-las, no tratamento de vários pacientes.
Yem Chhrin, formado na década de 1980 nos campos de refugiados após a queda do Khmer Vermelho, era conhecido pela comunidade que atendia há 20 anos.
 Fonte: G1


  • Pano é esquecido dentro da barriga de paciente
  • Indiano comemora gol com salto que o leva a morte
  • Miss Universo 65 gasta US$ 2 milhões em plástica ..
  • Viver com fumante equivaleria a morar em cidade poluída.
  • Vacinas experimentais contra o ebola podem ser testadas...
  • Armas dos EUA caem nas mãos de terroristas do Estado Islâmicos...
  • jihadistas apedrejam mulher acusada de adultério ...
  • Anvisa proíbe venda de lote de açúcar com excremento ...
  • Time de futebol contrata pastor para evitar rebaixamento..
  • Aumento da contaminação por ebola pode encarecer chocolate...
  • Vereadores de Franca oram pedindo chuvas para São Paulo...
  • Seita ensina que Jesus reencarnou em uma mulher chinesa..
  • OMS declara Nigéria livre do ebola
  • Suspeito de matar 39 pessoas frequentava igreja ...
  • Engenheiro planeja popularizar máquina que produz água...
  • Britânica fica em choque ao 'receber SMS' de avó morta..
  • Clarão no céu chama atenção de moradores ...
  • Fogo já destruiu 2.830 hectares em Petrópolis, RJ
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário