segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Colômbia: família cristã procura refúgio após receber ameaças

 Imagem: Divulgação

Jaime* e Ana* são líderes de uma igreja na vila de Choapal, região de Guaviare, Colômbia. Dois de seus filhos, Eduardo*, de 14 anos, e Lucia*, de 13, estão abrigados no centro infantil da Portas Abertas, a fim de evitar o seu recrutamento por grupos armados ilegais.
Recrutamento de jovens é uma prática comum entre os guerrilheiros, o que tem dificultado a propagação do Evangelho em áreas de selva no sul da Colômbia, já que a ameaça às crianças cristãs coloca uma enorme pressão sobre os pastores e líderes da Igreja.
Antes de Eduardo e Lucia chegarem ao centro infantil, sua família havia recebido várias visitas de guerrilheiros que iam constantemente à sua casa oferecer dinheiro no intuito de suborná-los para se juntar às suas forças. Eles quase os levaram, mas, no início deste ano, os jovens conseguiram escapar para o centro infantil onde encontraram refúgio e começaram seus estudos.
Em junho, ambos estavam de férias e viajaram para casa a fim de passar o mês com seus pais; no entanto, o que foi planejado como um tempo de alegria, rapidamente transformou-se em um momento de desespero.
Enquanto os dois estavam em casa, eles receberam a visita de dois membros da guerrilha. Eles perguntaram por que os jovens não moravam mais na região e o que tinha acontecido com eles. Seus pais explicaram que eles estavam estudando na casa de uma família, longe dali. Esta visita fez com que a família tivesse medo e, agora, eles têm pensado em deixar a região e ir para outro lugar. Onde Jaime e Ana vivem, o grupo armado ilegal fechou 12 igrejas e muitos pastores e líderes foram ameaçados e deslocados. Eles temem que isso aconteça com eles também.
Pedidos de oração
- Ore pela segurança do casal, para que, se decidirem sair, eles sejam capazes de começar um novo ministério em sua nova região;
– Interceda também para que seus corações sejam curados;
– Peça por Eduardo e Lucia; apesar de sentir alegria de ter um lugar para se refugiar, eles não queriam deixar sua família e pertences para trás;
– Louve a Deus pela possibilidade de Jaime e Ana levarem seus filhos com segurança ao centro infantil.
* Nomes alterados por motivos de segurança.
Fonte: CPAD/Portas Abertas


  • Estudo diz que grande erupção vulcânica poderá destruir o Japão...
  • Polícia indicia missionário por morte de jovem afogado...
  • Nasa publica imagem que mostra efeito da seca no Sistema Cantareira..
  • Traficante da Colômbia preso em RR é suspeito de 250 homicídio...
  • Ebola chega a Nova Iorque
  • Pano é esquecido dentro da barriga de paciente
  • Indiano comemora gol com salto que o leva a morte
  • Miss Universo 65 gasta US$ 2 milhões em plástica ..
  • Viver com fumante equivaleria a morar em cidade poluída.
  • Vacinas experimentais contra o ebola podem ser testadas...
  • Armas dos EUA caem nas mãos de terroristas do Estado Islâmicos...
  • jihadistas apedrejam mulher acusada de adultério ...
  • Anvisa proíbe venda de lote de açúcar com excremento ...
  • Time de futebol contrata pastor para evitar rebaixamento..
  • Aumento da contaminação por ebola pode encarecer chocolate...
  • Vereadores de Franca oram pedindo chuvas para São Paulo...
  • Seita ensina que Jesus reencarnou em uma mulher chinesa..
  • OMS declara Nigéria livre do ebola
  • Suspeito de matar 39 pessoas frequentava igreja ...
  • Engenheiro planeja popularizar máquina que produz água...
  • Britânica fica em choque ao 'receber SMS' de avó morta..
  • Clarão no céu chama atenção de moradores ...

  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário