terça-feira, 2 de setembro de 2014

Suspeitos de incentivar racismo no facebook serão indiciados por formação de quadrilha

Maria das Dores e Leandro: “onde você comprou essa escrava?”

  • A Polícia Civil de Minas Gerais já identificou mais de cinquenta pessoas responsáveis por promover insultos racistas contra Maria das Dores Martins dos Reis, de 20 anos. As ofensas começaram depois que a jovem negra compartilhou no Facebook uma foto ao lado do namorado branco, Leandro, de 18 anos. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Eduardo Freitas da Silva, além de injúria racial, os suspeitos poderão ser indiciados por formação de quadrilha, já que durante as investigações foi identificada uma articulação entre o grupo para atacar outros casais.
    - São pessoas especializadas em promover insultos racistas na rede há um bom tempo. A maior parte é de São Paulo. Já identificamos outros casais que também foram vítimas do mesmo grupo. Como são muitas pessoas, talvez não consigamos identificar todos, mas vamos atrás das lideranças - afirmou Silva.
    Após a repercussão dos casos, os perfis dos suspeitos foram deletados da rede social. O delegado afirmou, no entanto, que a polícia já conseguiu identificar de onde partiram as ofensas. Com o avanço das investigações, Eduardo garantiu ainda que a lista de suspeitos deve aumentar. Para auxiliar nas buscas, a Polícia de Minas Gerais pediu apoio à Polícia Civil de São Paulo.
    - Estamos iniciando hoje os contatos com a polícia paulista. Com a descoberta da ação deste grupo de forma associada, vamos estender as investigações para poder pegar mais gente. Quanto mais nos aprofundamos, mais pessoas aparecem. Ainda este mês, devo ir a São Paulo para levar as informações que já conseguimos. Quero mostrar que este caso não é apenas de injúria racial, mas também formação de quadrilha, já que eles agem em conluio. Infelizmente, este casal não foi o primeiro e não será o último.
    A maioria dos comentários precoceituosos partiram de jovens, entre 15 e 21 anos. A pena para injúria racial varia de um a três anos de prisão, assim como a condenação por crime de formação de quadrilha.
    “As vítimas não podem ficar com medo”
    Maria e Leandro estão juntos há um ano e oito meses. A jovem declarou que a relação só se fortaleceu depois do caso. Depois de retirar o perfil do Facebook do ar, ela voltou atrás e reativou a conta.
    - Tenho recebido muito apoio e carinho através da internet. Muita gente achou que isso ia nos abalar, mas estamos ainda mais juntos. O Leandro tem me dado muito apoio também.
    Na última segunda-feira, Maria incentivou outras vítimas de racismo a procurar a polícia e denunciar.
    - A gente vê acontecer na televisão, com jogadores de futebol, mas nunca acha que vai acontecer com a gente. Agora estou mais atenta. As vítimas não podem ficar com medo. Tem que enfrentar o racismo de cabeça erguida e denunciar. Esse crime não pode ficar impune, essas pessoas não podem ficar soltas por aí.

    Onde denunciar
    Quem for vítima ou flagrar um ato de racismo pode procurar a Ouvidoria Nacional de Igualdade Racial, órgão da Seppir. Por enquanto, as denúncias podem ser feitas através do email ouvidoria@seppir.gov.br ou pelo número (61) 2025-7000. A Secretaria planeja lançar em breve o Disque Igualdade Racial, número gratuito e de alcance nacional.


    Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/suspeitos-de-promover-insultos-racistas-contra-casal-de-muriae-serao-indiciados-por-formacao-de-quadrilha-13801589.html#ixzz3CDQ2SXI3


  • Boko Haram assassina cristãos no norte da Nigéria
  • Estado Islâmico sequestra menina cristã de três anos...
  • Política: 4 em cada 10 candidatos a governador responde a processo...
  • Ministra alerta para ‘fúria que ganha as ruas’
  • Câmara paga até canal pornô para deputados
  • Brasil lidera ranking de violência contra professores...
  • soldado do Exército é algemado à força por PMs de UPP no Rio de Janeiro ...
  • Libéria busca infectados por ebola que fugiram  ...
  • Casamento entre muçulmano e judia convertida reflete...
  • Artistas aderem ao desafio do balde de gelo ...
  • ‘Israel não vai mais existir se baixar suas armas’...
  • Médicos aconselharam aborto, mas mulher dá à luz ...
  • PT pressiona para rachar o PSB de Eduardo Campos
  • Marca de pasta de dente pode ter substância cancerígena...
  • Declaração de Lewandowski sobre o Brasil causa i...
  • Aplicativo Secret vira caso de polícia no Brasil
  • Homem finge que Bíblia é arma, tenta assaltar ...
  • Dentista de Campos diz que corpos foram 'pulverizados...
  • Famílias são atacadas por lobos na China
  • Morre Eduardo Campos
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário