terça-feira, 2 de setembro de 2014

Boko Haram invade cidade na Nigéria; dezenas morrem

Menina chora ao lado do pai em um campo de desabrigados em  Wurojuli, estado de Gombe, na Nigéria (Foto: Samuel Ini/Reuters)Menina chora ao lado do pai em um campo de desabrigados em Wurojuli, estado de Gombe, na Nigéria (Foto: Samuel Ini/Reuters)
Insurgentes islamistas do grupo Boko Haram invadiram grande parte da parte da cidade de Bama, no nordeste da Nigéria, após horas de confrontos em que várias pessoas morreram e milhares de moradores ficaram desabrigados, disseram fontes de segurança nesta terça-feira (2).
Os islamistas lançaram um ataque contra Bama, a 70 km de Maiduguri, capital do estado de Borno, na segunda-feira. Eles chegaram a ser repelidos, mas retornaram em maior número durante a madrugada, disseram fontes e testemunhas.
Nenhum porta-voz do setor de defesa da Nigéria estava imediatamente disponível para comentar o ataque. As fontes relataram a existência de muitas vítimas em ambos os lados. Uma fonte de segurança disse que até 5 mil pessoas fugiram.
Muitos soldados nigerianos foram mortos em Bama por disparos de um caça que tinha como alvo os insurgentes em um ataque aéreo a um lugar errado, disse à Reuters um soldado que estava no local.
Dois meses após militantes islamistas no Iraque e Síria declararem um califado em uma região que conseguiram capturar, o Boko Haram também, pela primeira vez, declarou explicitamente o controle sobre um território que diz ter capturado em faixas do nordeste da Nigéria.
O Boko Haram capturou Gwoza, um município rural remoto nas montanhas próximas à fronteira com Camarões, durante combates no mês passado. O líder do grupo, Abubakar Shekau, disse em um vídeo que a região se tornaria um "território muçulmano", que seria governada pela rígida lei islâmica.
"Quando começamos a ouvir tiros, todo mundo estava confuso. Tinha tiroteios vindo de diferentes direções. Nós fugimos para os arredores da cidade", disse Bukar Auwalu, um comerciante que escapou com sua mulher, três filhos e o irmão, à Reuters por telefone.
"Havia helicópteros militares e um caça. Dormimos no mato nos arredores da cidade."
fonte:G1

  • Boko Haram assassina cristãos no norte da Nigéria
  • Estado Islâmico sequestra menina cristã de três anos...
  • Política: 4 em cada 10 candidatos a governador responde a processo...
  • Ministra alerta para ‘fúria que ganha as ruas’
  • Câmara paga até canal pornô para deputados
  • Brasil lidera ranking de violência contra professores...
  • soldado do Exército é algemado à força por PMs de UPP no Rio de Janeiro ...
  • Libéria busca infectados por ebola que fugiram  ...
  • Casamento entre muçulmano e judia convertida reflete...
  • Artistas aderem ao desafio do balde de gelo ...
  • ‘Israel não vai mais existir se baixar suas armas’...
  • Médicos aconselharam aborto, mas mulher dá à luz ...
  • PT pressiona para rachar o PSB de Eduardo Campos
  • Marca de pasta de dente pode ter substância cancerígena...
  • Declaração de Lewandowski sobre o Brasil causa i...
  • Aplicativo Secret vira caso de polícia no Brasil
  • Homem finge que Bíblia é arma, tenta assaltar ...
  • Dentista de Campos diz que corpos foram 'pulverizados...
  • Famílias são atacadas por lobos na China
  • Morre Eduardo Campos
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário