quarta-feira, 25 de junho de 2014

Após ter sido roubado em Copacabana argentino mendiga na Rodoviária

Juan mostra o passaporte provisório que recebeu da Embaixada

A Copa do Mundo está sendo um período amargo para o argentino Juan Carlos Gaitan, de 32 anos. E não é por mau desempenho da seleção de Lionel Messi. Juan está, há quatro dias, dormindo na rodoviária Novo Rio e sem um tostão no bolso sequer para comer. Isso porque, na segunda-feira passada, ele teve todos os documentos, dinheiro e celular roubados na praia de Copacabana.
— Dois caras apontaram uma arma e disseram para eu dar tudo. Fiquei com medo de levar um tiro e entreguei. Desde então, não tenho nada. Estou há três dias sem tomar banho e como os restos dos alimentos das pessoas, aqui na rodoviária (na praça de alimentação) — contou Juan, emocionado.
O argentino — que chegou ao país na quinta-feira passada — conta que, no embalo do Mundial, veio ao Brasil procurar emprego, já que largou o seu, de soldador, em Santa Fé, província da Argentina, devido às dificuldades econômicas pelas quais o país vizinho vem passando.
— Agora, não quero mais ficar. Quero voltar para casa. Mas não tenho dinheiro. A passagem daqui para Santa Fé custa cerca de R$ 500. Não tenho família. Só tenho a minha mãe, que está doente e não tem dinheiro para me mandar. Fui à embaixada argentina, mas disseram que não poderiam fazer nada. Amanhã, vou lá de novo. Estou como mendigo, pedindo dinheiro às pessoas.
Na noite desta quarta-feira, Juan decidiu deixar a rodoviária e seguir para o Terreirão do Samba, onde há vários turistas acampados, por causa da Copa do Mundo.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/argentino-dorme-na-rodoviaria-come-sobras-de-alimentos-ha-quatro-dias-apos-ter-sido-roubado-em-copacabana-13021322.html#ixzz35hytWPfV



  • Menina com cicatrizes no rosto recebe visita de médico...
  • Após ter sido roubado em Copacabana argentino mendiga...
  • Chinês de apenas dois anos pode ser o alcoólatra mais novo ...
  • Britânicos têm prejuízo milionário ao comprar terrenos no Brasil...
  • Mamografia 3D é mais eficaz para detectar câncer de mama...
  • Marmita ‘padrão Fifa’ causa intoxicação em 36 voluntários...
  • Bernard, da seleção, declara sua fé e diz esperar ...
  • Delegado do Acre afirma que casal gay deveria ‘apanhar de...
  • Menina com cicatrizes no rosto receberá R$ 67 mil ...
  • Remédio para reumatismo faz nascer cabelos
  • Exposição com corpos de verdade plastificados é at...
  • Turista que veio assistir a Copa é encontrada mort...
  • 'Estou de saída, não estou nem aí', diz Joaquim Ba...
  • Depois de 2 dias afastada do programa "Extra Ordin...
  • Menina com cicatrizes no rosto é expulsa de restau...
  • Jovem americano ‘seca’ 165 kg para conquistar namo...
  • Hospitais sul-coreanos dão certificados de cirurgi...
  • Extra Ordinários criticam cerimonia de abertura da...
  • 'Nunca mais volto', diz colombiano ao relatar ter ...
  • Astronautas batem bola em órbita e dizem que assis...
  • 'Foi extraordinário', diz paraplégico que usou exo...
  • 'Não vou me deixar perturbar por agressões verbais...
  • Claudia Leitte veste look estimado em mais de R$ 2...
  • Protesto em Copacabana
  • Milhares de crianças refugiadas sírias são forçada...
  • Mãe deprimida tenta afogar filhos
  • Anistia Internacional dá cartão amarelo para políc...
  • Protestos contra abertura da Copa deixam feridos
  • Dilma é hostilizada durante abertura da Copa do Mu...
  • Balada gay gospel mobiliza Igreja em São Paulo
  • Índios deixam costumes tradicionais e viram evangé...
  • Pastor simula sequestro para esconder que estava t...
  • Denzel Washington fala sobre oração e dá dica para...
  • Mulher fez blusa e chapéu com o próprio cabelo
  • Onda de roubos de cabelos causa medo
  • Feiticeiro ganês diz ser responsável pela lesão de...
  • Fifa aperta o cerco a pirataria na Copa
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário