quinta-feira, 22 de maio de 2014

Fifa registra 1.116 marcas no Brasil

 A Fifa diz que não quer impedir o uso da palavra pagode com o registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), mas sim que se nomeie outra fonte de letra ou se associe empresas com o Mundial, segundo nota divulgada pela entidade nesta quinta-feira (22).
"A Fifa esclarece, contudo, que não tem a intenção de impedir que terceiros utilizem a palavra 'Pagode', a não ser que seja para a nomeação de uma fonte ou em casos que tal palavra seja utilizada com o objetivo de associar uma determinada empresa, comercial ou publicitariamente, com a Copa do Mundo da Fifa", diz a nota do departamento de imprensa.
Segundo o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), atualmente a Fifa possui 1.116 marcas registradas no Brasil. Desse total, mais de 400 pedidos de registro foram feitos após a entrada em vigor da Lei Geral da Copa.
Além da fonte "Pagode", a lista de registros tem símbolos do evento, logotipos, emblemas, o mascote Fuleco, termos como "Copa do Mundo", "Brasil 2014" e o nome de todas as cidades-sede seguido de 2014. Na prática, isso significa que empresas ou lojas, por exemplo, não podem usar o termo "Promoção da Copa do Mundo" ou lançar uma camiseta com a inscrição "Brasil 2014" sem autorização da Fifa.
A entidade diz na nota que a fonte foi criada por um artista contratado pela Fifa e é usadas nos produtos e documentos oficiais. "A Fifa registrou a marca nominativa 'Pagode' para evitar que outras fontes sejam criadas sob a mesma denominação ou similares, com o intuito de obter vantagem comercial às custas da visibilidade da fonte oficial da Copa do Mundo", diz.
A Fifa diz ainda que há "grande quantidade de produtos falsificados retidos pelas autoridades brasileiras contendo a referida fonte", que buscam realizar "marketing de emboscada", ou seja, a associação ou aparição não autorizada de uma marca em um evento, o que induz o consumidor a acreditar que o produto ou serviço é endossado pelos organizadores do Mundial
fonte:http://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/2014/05/apesar-de-registro-fifa-diz-que-nao-quer-impedir-uso-da-palavra-pagode.html
  • Angela Bismarchi critica Anitta por fazer plástica...
  • Atriz japonesa faz plástica e fica irreconhecível 
  • Prefeito de Verona anuncia multas para quem alimentar...
  • Número de casos de tráfico de pessoas aumenta muito...
  • Fábio do Cruzeiro visita goleiro Bruno na prisão ‘...
  • A palavra ‘Deus’ é proibida de filmes da Disney
  • SBT cede à pressão e ‘censura’ Rachel Sherazade;
  • Cientistas querem começar a testar sangue artificial..
  • Kaká abre o coração e fala de suas experiências co...
  • Scheila Carvalho diz estar seguindo a Bíblia para ...
  • Copacabana : Barril de pólvora
  • Ator que interpretou Barrabás em “A Paixão de Cristo...
  • Apóstolo Valdemiro Santiago diz que não há como saber...
  • Ex-ateu, escritor Josué Ferrer revela como se converteu...
  • Vídeo de pedido de casamento feito a partir de ver...
  • Romário rebate Ronaldo e ironiza sobre a ‘pior Copa...
  • Jornalista dinamarquês desiste de cobrir a Copa do Brasil...

  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário