quinta-feira, 3 de abril de 2014

‘Foi Deus que não permitiu que eu me matasse’, diz goleiro Bruno


Imagem: DivulgaçãoEm entrevista ao portal do Globo Esporte, o goleiro Bruno detalhou o momento em que tentou se suicidar na cadeia.
“Tentei o suicídio. Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei. Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Olhei para o lado e tinha uma bíblia, que um policial tinha me dado ainda no Rio de Janeiro. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse”, afirmou.
Sobre a rotina na cadeia, o goleiro negou ter regalias e reclamou do preço que paga por ser famoso.
“Muita gente acha que, por ter sido jogador de futebol, eu tenho regalias aqui. E não tenho. Pago um preço alto pela fama. Já costurei bola aqui dentro. Tem muito jogador que gosta de colocar a culpa na bola. Mas agora eu conheço cada ponto da bola. Sei quando o cara está dando migué. A bola aqui do presídio não é ruim, não”.

Fonte: Globo.com

  • ESSA CIDADE PRECISA DE VOCÊ
  • ORAÇÃO PARA OS JOVENS
  • ADORADORES FAZENDO A DIFERENÇA
  • FELIZ É A NAÇÃO CUJO DEUS É O SENHOR
  • DEUS OUVE E NÃO TARDA EM AJUDAR
  • TRANSFORMA-ME
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário