segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Consulado dos EUA emite alerta sobre violência no Rio

O consulado norte-americano no Rio emitiu sexta-feira (22) alerta sobre o aumento da violência na capital fluminense nos últimos dias. O comunicado oficial relata os últimos casos de arrastões nas praias cariocas.
De acordo com o consulado, a recomendação é para turistas e americanos que moram no Rio. Eles pedem que os cidadãos em viagem ao Brasil procurem informações nos consulados e na embaixada.
Na nota, o consulado explica que o aumento de crimes contra turistas é maior nas áreas onde ficam as praias e outros pontos turísticos. Segundo o comunicado, os criminosos buscam telefones celulares, joias, bicicletas, bolsas e carteiras.
Policiais ocupam a areia em Ipanema após confusão (Foto: Vitor Silva / Agência O Dia / Estadão Conteúdo)Policiais ocupam a areia em Ipanema após
confusão (Foto: Vitor Silva / Agência O Dia
/ Estadão Conteúdo)
Ação do governo
Após os episódios de arrastões, o Governo do estado do Rio de Janeiro decidiu instalar uma delegacia móvel na praia do Arpoador, na  orla da Zona Sul. O efetivo policial aumentou em mais de quatro vezes, saltando de 140 homens para 600, conforme anunciado pela Secretaria de Segurança do Estado. O reforço policial foi direcionado para as praias mais visitadas.
Segundo a secretaria, o Batalhão de Choque da Polícia Militar ajudará no policiamento em Copacabana, Ipanema, Leblon e Arpoador, e agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.
Dentre as ações, foram definidas revistas a passageiros de ônibus que saem das regiões do Méier, da Maré e de Olaria rumo à Zona Sul. Os pontos de embarque e desembarque que concentram grande número de passageiros serão os principais alvos dos policiais.

Onda de arrastões
No feriado da Proclamação da República, a polícia apreendeu pelo menos sete menores  suspeitos de praticar furtos em praias da Zona Sul do Rio, de acordo com a Polícia Civil. Um cinegrafista amador registrou, na Praia do Arpoador, um princípio de tumulto nas areias na tarde de sexta-feira (15).
De acordo com testemunhas, alguns banhistas se assustaram, acreditando que se tratava de arrastão. A Polícia Civil, no entanto, negou que tenha havido arrastão já que nenhuma vítima relatou o caso na delegacia.
Segundo a delegada Beatriz Senra, que coordenou os flagrantes durante o feriado, informou que foram registrados somente casos isolados de furtos, principalmente de cordões.
Página do consulado dos Estados Unidos na internet  (Foto: Reprodução )Página do consulado norte-americano
na internet (Foto: Reprodução )
No sábado (16)  os policiais militares tiveram o apoio dos guardas municipais para conter a onda furtos a banhistas.
Minutos depois, a equipe de reportagem flagrou uma correria na areia do Arpoador. Os guardas municipais correram e conseguiram deter um adolescente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário