terça-feira, 29 de outubro de 2013

'Errei', afirma vereador que disse que mendigo deveria virar ração"

Vereador José Paulo, o Russo (PT do B), de Piraí, RJ (Foto: Reprodução/YouTube)
O vereador José Paulo Carvalho de Oliveira, o Russo (PT do B), falou na manhã desta terça-feira (29) sobre a declaração que deu na Câmara Municipal de Piraí, no Sul do Rio de Janeiro. Ele disse que cometeu um erro e fez um comentário infeliz. "A minha conduta é totalmente diferente do que eu falei. Errei", afirmou o vereador ao G1, por telefone. "Não pensei no que tinha falado. Coloquei palavras erradas, fui infeliz".
Ao G1, José Paulo disse que a declaração foi influenciada por um episódio do passado. "Nós, seres humanos, somos sujeitos a errar a qualquer momento. Infelizmente, no calor da fala, na hora — até por motivos não agradáveis que aconteceram comigo por causa de andarilho, mendigo —, me causou uma revolta na hora que não me segurei. Não passou na cabeça o que estava falando", contou. "Há 17 anos atrás, meu irmão pegou um andarilho, um mendigo com crianças e levou para casa. Seis meses depois o cara matou meu irmão".
O vereador falou também que irá se desculpar pelo comentário, ao qual "deram proporção exagerada". "Vou pedir desculpas publicamente às pessoas que ofendi. A minha conduta é totalmente diferente disso aí. Tanto é que no meu comércio tenho um galpão que mantenho aberto à noite a para os andarilhos", disse. "Falei em um mau momento. Não é minha conduta, não é o que eu penso. Foi uma coisa que falei errado e deram proporção exagerada".
'Tem que ter', diz vereador sobre pena de morte
No vídeo com o pronunciamento, José Paulo também se posicionou a favor da pena de morte. "Quando acabaram com a pena de morte, eu achei uma pena isso. Deveria haver pena de morte. 'Ah, vai matar inocente'. Não vai. Ainda que matasse, ia morrer muito menos inocente do que morre hoje, porque se um bandido soubesse que ele ia ser morto, com certeza ele ia pensar mais um pouquinho antes de fazer as coisas", discursou na Câmara Municipal.
O vereador disse que a declaração "não tem nada a ver com mendigo", mas que é a favor da pena de morte. "Isso eu acho que tem que ter. Infelizmente tem pessoa no nosso meio que não teria jeito. Infelizmente, às vezes, nós vivemos em uma prisão", opinou José Paulo.  
  • Mulher 'aproveita' assalto para furtar
  • Instituição pede que corpo de nazista Priebke 
  • Armadilhas com tinta invisível identificam ladrões...
  • Vitor Belfort desabafa na internet
  • Jovem filipina toma banho de dinheiro
  • Homem de 350 kg é sepultado
  • Pai com doença terminal leva filha ao altar  
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário