terça-feira, 29 de outubro de 2013

Alemanha poderá expulsar diplomatas americanos do país


BERLIM — Pela primeira vez desde a era nazista, a Alemanha poderá expulsar diplomatas americanos do país. A ameaça foi feita pelo ministro do interior, Hans-Peter Friedrich, a diplomatas e quaisquer outros americanos identificados como espiões da Agência de Segurança Nacional (NSA) no monitoramento das ligações telefônicas da chanceler federal alemã, Angela Merkel.
O Departamento Federal de Proteção à Constituição investiga o caso e tenta apurar, principalmente, a participação da embaixada - o que dificulta os trabalhos, uma vez que a missão diplomática é território americano e pode recusar o acesso dos investigadores alemães. A localização da embaixada é estratégica: ao lado do Portão de Brandenburgo, os americanos conseguiam até aproveitar o wi-fi do Parlamento, a cerca de 200 metros dali.
Para o cientista político americano Irwin Collier, professor da Universidade Livre de Berlim, a espionagem dos EUA na Alemanha teria começado na Guerra do Iraque, em 2003, quando o governo alemão criticou a política americana. Mas, ele acredita que muito da vigilância dessa última década foi uma forma de testar novas tecnologias.
- Apenas 20% do material coletado são usados para a segurança nacional - arriscou.
Collier lembrou, porém, que não era preciso muito requinte tecnológico para escutar o celular de Merkel, um modelo simples e ultrapassado. A poderosa chanceler alemã é conhecida como a “rainha dos SMS”. Com mensagens de texto, ela governava e tomava até decisões importantes, como a demissão de ministros, e mandava comunicados aos integrantes de seu Gabinete.


 fonte: http://extra.globo.com/noticias/mundo/alemanha-podera-expulsar-diplomatas-americanos-do-pais- 


Nenhum comentário:

Postar um comentário