quinta-feira, 7 de março de 2013

ANÚNCIO PARA HOMENAGEAR MULHERES CRIA POLÊMICA


Mídia gerou repercussão negativa nas redes sociais. (Foto: Reprodução/Facebook)Mídia gerou repercussão negativa nas redes sociais. (Foto: Reprodução/Facebook)
O que era para ser uma propaganda em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, de uma loja de tecidos e aviamentos localizada em Maceió, resultou em uma repercussão negativa ao fazer referência ao ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes de Souza, que é suspeito de matar a ex-amante Eliza Samudio. 
O motivo é que, em um jogo de palavras que cogitava divertir as mulheres, o anúncio faz uma brincadeira sobre o assassinato de Eliza ao tentar homenagear as mulheres. “As mulheres dizem que Cristiano Ronaldo e Kaká são lindos de morrer, elas precisam conhecer o goleiro Bruno, ele é de matar”, diz o texto publicitário.

Diante da repercussão negativa e da série de críticas geradas pelo anúncio veiculado nas redes sociais, as proprietárias da loja retiraram a propaganda do ar horas após a publicação e fizeram um expresso pedido de desculpa. A reportagem do G1 tentou localizar as empresárias e a publicitária responsável pela mídia, mas não conseguiu. A reportagem ainda tentou ligar para a loja de tecidos, mas ninguém atendia as ligações.

É preciso prudência
O presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade em Alagoas (Abap Alagoas), Herman Fernandes, expôs que assim que tomou conhecimento do caso, representantes da instituição foram em busca de informações sobre a produção do conteúdo que, considerado ofensivo, resultou em problemas para a marca da empresa.

“A informação que recebemos é que o anúncio foi feito por um profissional freelancer. Pessoa que não possui vínculo a nenhuma empresa de publicidade. É necessário que este caso sirva de exemplo para outros empresários e profissionais, pois a marca é um bem precioso e campanhas erradas resultam em respostas desastrosas”, disse Fernandes.

Quanto ao conteúdo do anúncio, o presidente da Abap Alagoas se resumiu a dizer que o limite do engraçado é tênue e arriscado. “Portanto, na dúvida, é melhor não arriscar. E sempre que possível trabalhar com conceitos positivos que agreguem coisas boas à marca”, completou.
fonte:g1 alagoas

Últimas palavras de Chávez foram 'não me deixe morrer


Foto: Yousef Al-Ageli/AP

O presidente da Venezuela Hugo Chavéz , morreu vítima de um ataque cardíaco fulminante, disse nesta quarta-feira (6) o chefe da Guarda Presidencial, general José Ornella.
Ele morreu após "grande sofrimento" e suas últimas palavras, quase inaudíveis, foram: 'Eu não quero morrer. Por favor, não me deixe morrer', segundo o militar.
As declarações de Ornella foram feitas do lado de fora da Academia Militar, onde ocorre até sexta-feira o velório de Chávez, morto na terça-feira em Caracas após lutar contra o câncer. 

  
FONTE:G1

SÔNIA ABRÃO FALA SOBRE A SOLIDÃO DO PRIMO CHORÃO


Sonia Abrao (Foto: Iwi Onodera/EGO)Sônia e Elias Abrão (Foto: Iwi Onodera/EGO)
Prima de Chorão, Sônia Abrão esteve  no velório do músico   nesta quinta, 7, na Arena Santos, em Santos, litoral paulista. A apresentadora estava acompanhada do irmão, Elias Abrão. "Ainda aguardamos a autorização para cremar, é o desejo da família. Chorão é meu querido, um presente que Deus nos deu. Ele era especial, e inverteu o círculo, não era para ele ir agora. Desígnios de Deus. Queríamos trocar de lugar com ele, mas não é possível. 
Emocionada, Sônia disse que Chorão "morreu de amor". "Ele amava a família, a carreira. Mas ele dizia que a solidão não era por falta de amor de família e fãs, mas vinha de dentro dele 

"Por mais que a gente soubesse que ele estava deprimido, que não conseguia superar o fim do casamento, que se sentia sozinho mesmo numa multidão, ele tinha dias bons por conta do filho, que era a paixão dele, da música, da família... A gente acreditava que ele iria se recuperar com todas essas âncoras na vida dele”.. Ricardo (irmão do músico) falou que ele morreu de amor e é verdade."
"Ex não é culpada"
Apesar do desentendimento  entre Graziela Gonçalves, ex de Chorão, e Ricardo, irmão, Sônia disse que não a considera culpada pelo que aconteceu. "Não conversei com a ex-esposa, mas sabemos que ela não é culpada. O amor acaba, relacionamentos acabam. Não há culpados"
  A ex-mulher do músico, a estilista Graziela Gonçalves deixou no site oficial do Charlie Brown Jr. duas mensagens. Uma de agradecimento aos familiares e amigos e outra para Chorão.
Na homenagem prestada ao ex-marido, ela o chamou de "grande amor infinito". 
LEIA NA INTEGRA:
"Agradecimentos
Agradeço à todos os amigos, meus familiares queridos, Samantha, Marta e Soraya, à família Ferreira Lima, que me recebeu como uma filha no momento que eu mais precisei.
Obrigada a todos os fãs que estão nos dando tanto carinho e dividindo a sua dor conosco. Para todos que mandaram mensagens de apoio através das redes sociais, para todos que gostavam do trabalho dele. Vocês eram a única razão do Alexandre querer continuar a fazer o que ele fazia. Vocês fizeram o sonho dele se tornar realidade e minha gratidão à vocês é eterna.
Muito obrigada.
Graziela"
"Hoje sou em quem vai te homenagear, meu amor.
As palavras faltam nesses momentos. O que pode ser dito que teria o poder de sanar tamanha dor, de curar tamanha saudade?
Meu pensamento se volta para Deus para agradecer o privilégio Dele ter me proporcionado viver um grande amor e de dividir minha vida com você por quase 20 anos. Quantas histórias, quantas conquistas, quanta luta!! Quanto amor, em toque e calor, verso e prosa, que você me deu!
O que ficou, está gravado para sempre no meu coração e na memória. Não só minha, como também na de milhares de fãs. Através das suas músicas você transformou as nossas histórias em histórias para outros tantos casais Brasil afora. Não existe forma mais generosa e bonita de se eternizar um sentimento. Você também falou 'vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo'! Foi pouco mesmo, meu amor. Tão pouco...
Obrigada por tudo que você compartilhou comigo, por toda parceria, por ser meu melhor amigo, por ser meu grande amor infinito!
Como você me disse da última vez que nos falamos, eu também vou te amar para sempre, sempre, sempre, sempre...
Da sua, Grazon".

fonte: EGO.NOTICIAS

Marco Feliciano é eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos




Ainda sob protestos e a portas fechadas, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados elegeu, na manhã desta quinta-feira (7), o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para presidir o colegiado. A vice-presidência ficará a cargo de Antônia Lúcia (PSC/AC). A votação ocorreu com 11 votos favoráveis, dos 18 membros do colegiado.
Pastor da igreja Assembleia de Deus, o deputado causou polêmica em 2011, quando publicou declarações polêmicas em seu Twitter sobre africanos e homossexuais. "Sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids, fome... Etc", escreveu o deputado na ocasião. Ele também havia publicado na rede social que "a podridão dos sentimentos dos homoafetivos leva ao ódio, ao crime e à rejeição".
O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), após ser confirmado como presidente da Comissão de Direitos Humanos (Foto: Alexandra Martins/Agência Câmara)O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), após ser confirmado como presidente da Comissão de Direitos Humanos (Foto: Alexandra Martins/Agência Câmara)
Durante a posse, o deputado negou ser racista. "O trabalho que nós vamos executar aqui vai mostrar ao povo brasileiro. Caso eu houvesse cometido esse crime de racismo, a primeira pessoa para quem eu teria que pedir perdão na vida seria a minha mãe [...]. Uma senhora de matriz negra, só não tem a sua matiz negra - só a pele dela não é negra -, mas o sangue é negro, os lábios são negros, o coração dela é, como eu também sou", disse.
A eleição foi iniciada após a saída da sessão de deputados contrários à escolha de Feliciano, indicado pelo PSC para ocupar o cargo. O ex-presidente da comissão, deputado Domingos Dutra (PT-MA), renunciou ao cargo momentos antes da votação e se recusou a dar continuidade à sessão. "Me retiro nesse momento em nome do PT e me retiro em meio a uma ditadura que foi estabelecida aqui", disse o deputado.
Do lado de fora, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), apoiador de Feliciano e crítico da militância LGBT, chegou a discutir com os manifestantes e foi vaiado (veja vídeo ao lado). A sessão teve início por volta das 9h15, mas público foi impedido de entrar na comissão para evitar o tumulto. Os dois acessos do corredor que dão acesso à sala onde ocorria a reunião foram bloqueados por seguranças.
A sessão desta quinta foi convocada pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) após ter sido cancelada nesta quarta devido a discursos e protestos contra a indicação de Feliciano. Nesta quinta, a sessão teve início por volta das 9h15 com os dois acessos à sala onde ocorria a reunião bloqueados para impedir a entrada de manifestantes.
Pela manhã, antes da eleição, a ministra da Secretaria de Política para as Mulheres, Eleonora Menicucci, disse esperar que a comissão respeite as minorias. "Eu tenho muita esperança que o Congresso Nacional e os membros da comissão saibam respeitar os direitos das minorias e os avanços conquistados por essas minorias. Seja quem for o coordenador, o presidente desta comissão espero que respeite as minorias", disse durante o programa de rádio "Bom Dia Ministro".Em sua indicação, na terça (5), o deputado declarou que se baseia na posição política de Martin Luther King, pastor norte-americano líder na luta pelos direitos dos negros e vencedor do prêmio Nobel da Paz. Na presidência, o deputado terá poder para colocar ou retirar de pauta projetos de lei relacionados a direitos humanos e defesa de minorias.
Manifestantes deitam no chão da Câmara em protesto contra a eleição do pastor Feliciano (Foto: Felipe Néri)Manifestantes deitam no chão da Câmara em protesto contra a eleição do pastor Feliciano (Foto: Felipe Néri)

EVANGÉLICOS FALAM SOBRE A MORTE DE CHORÃO VOCALISTA DA BANDA CHARLIE BROWN JR


Chorão e Rodolfo Abrantes conversam durante evento da igreja Bola de Neve
Chorão e Rodolfo Abrantes conversam durante evento da igreja Bola de Neve


O vocalista da banda Charlie Brown Jr., Chorão, faleceu na madrugada de ontem, 06/03, e as causas da morte ainda não foram definidas pelos médicos legistas.
O cantor foi encontrado desacordado por seu motorista, que acionou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que registrou o óbito.
Chorão era dos artistas nacionais mais versáteis naquilo que se propunha a fazer, e colecionava amigos no meio musical secular e fora dele. Compositor, roteirista, skatista e fã de futebol, sua morte foi lamentada por inúmeros admiradores nas redes sociais, e também por personalidades do meio gospel, com quem mantinha amizades.
O cantor Rodolfo Abrantes, ex-vocalista das bandas Raimundos e Rodox, lamentou a morte do amigo e desejou que haja consolo para a família e admiradores: “A todos os fãs, amigos e familiares do Chorão, meus sentimentos. Orando pra que Deus conforte seus corações. Que a palavra lançada por tantos amigos tenha encontrado lugar”, escreveu, lembrando que por diversas vezes, Chorão foi evangelizado por conhecidos.
“Queria tê-lo ajudado, Alexandre. Muito triste!”, escreveu o apóstolo Rina, líder da igreja Bola de Neve, onde Renato Pelado, ex-baterista do Charlie Brown Jr. se converteu e congrega atualmente. Pelado afirmou ao G1 que ainda não assimilou a morte do amigo: “Eu estava na oração da igreja e quando fiquei sabendo achei que era brincadeira, que era um boato. Está tudo muito confuso, parece que a ficha não caiu ainda. É um sentimento muito triste, um sentimento de não poder fazer nada. Foi uma grande perda, de um grande artista e poeta. Pêsames para a família, que Deus os abençoe. Agora é só ouvir as músicas que a gente lembra dele. Chorão é eterno, vai ficar para sempre no coração”, lamentou.
A integrante do Diante do Trono, Ana Paula Nóbrega comentou o sofrimento expressado através das redes sociais: “Moçada de luto… Morte do Chorão! Só tendo a paz de Deus pra suportarmos as pressões desta vida! Não dá para viver sem Jesus!”, disse. Seu discurso foi acompanhado pelo pastor Felipe Valadão: “Lamento muito a morte dele sempre fui um admirador da criatividade e talento do cara”, escreveu.
O polêmico pastor Lucinho Barreto também comentou a morte do músico: “Ontem morreu Hugo Chávez aos 58 e hoje morre Chorão aos 42. Um viveu pra política e outro pra música. Para quê você tem vivido seus dias?”, questionou.
A cantora Nívea Soares e seu marido, Gustavo Soares, comentaram o ocorrido e lamentaram a perda: “É triste ver a morte levar gente de tanto talento e potencial. Que a presença e o consolo do Espírito Santo sejam sobre a família do Chorão”, escreveu Nívea Soares. “Mais um cantor que se vai… Tinha tudo no mundo menos a presença do ser mais importante do universo …”, lamentou Gustavo Soares, que completou: “Uma grande perda pra nação brasileira , me lembro que o chorão chegou a ir em uma igreja durante um tempo. Triste”.
O vocalista da banda Filhos do Homem, Cris Batiston se despediu do vocalista do Charlie Brown Jr. com bastante pesar: “Tchau Chorão! Vou sentir falta do homem que você nasceu para ser. Das poesias que você iria escrever, dos sonhos que você iria realizar, das multidões de jovens que você iria influenciar com Deus. Agora estou parando de orar por você. Não adianta mais. Mas com sua história sempre vou lembrar de orar e orar e orar, e falar até que outros que estão neste caminho escutem”, escreveu em sua página no Facebook.
 FONTE: Tiago Chagas, para o Gospel+

sexta-feira, 1 de março de 2013

Com medo de perseguição, menina asiática decora a Bíblia



Durante um trabalho de treinamento e envio para povos que não conhecem o Evangelho, Lian Godoi, conheceu uma garota de 12 anos que tem como hábito decorar a Bíblia. O missionário trabalha no Sudeste da Ásia desde 2006, onde desenvolve treinamentos de liderança e distribuição de Bíblias.

O missionário Lian conversava com líderes em uma escola, quando percebeu a menina. Ao questioná-la e ainda surpreso com o fato, ela respondeu que precisava decorar a Bíblia, caso alguém queira tomar o livro do seu povo. A Ásia possui vários países na lista de perseguição, incluindo os mais agressivos ao Cristianismo: Coréia do Norte, em primeiro lugar e Arábia Saudita, Afeganistão e Iraque na sequência.

“Preparar missionários locais para serem enviados a regiões remotas e não alcançadas são o nosso maior alvo, mas encontrar pelo caminho pessoas com a atitude dessa menina é um presente de Deus”, disse Lian.

Lian Godoi tem treinado mais de 20 missionários locais em uma nação hostil ao Cristianismo, e por isso o país onde está não pode ser divulgado. Eles serão enviados às localidades que nunca ouviram falar de Jesus e salvação. “Hoje ainda há cerca de 180 povos nesta região que nunca tiveram a oportunidade de ouvir o Evangelho. Essa escola terá este foco”, explica o missionário.

Na mesma região, Lian encontrou líderes de cinco grandes comunidades. Com outras 28 comunidades, eles trabalham em uma agência de envio de missionários. Somente no próximo mês, serão enviados nove missionários para o trabalho com povos não alcançados. As informações sobre o trabalho do missionário foram divulgadas pela Junta de Missões Mundiais, e a identidade da menina foi preservada para sua segurança.

No Brasil, Indicadores do Instituto Pró-Livro mostram a pouca leitura da Bíblia, apenas 7% dos leitores disseram ler o livro. Apesar disso, casos parecidos como a da menina na Ásia também são possíveis de se encontrar.

A brasileira Gabrielle Carneir, embora não conviva com o ambiente de perseguição, conta que desde pequena começou com o hábito de decorar versículos. “Aprendi a decorar versículos desde pequena e aprendi que sabendo versículos de cabeça facilitaria quando eu fosse aconselhar alguém, pregar e etc.”, disse.

“Quando eu recebi de Deus uma ordem de ir orar com uma menina, e na hora me veio João 14, sim o capitulo, na verdade vários versículos que decorei deste capítulo, aí falei para ela e depois descobri que tinha tudo a ver com o que ela estava passando e que foi uma resposta de Deus, foi bem emocionante e eu sei que se eu não tivesse aqueles versículos, as minhas palavras soariam muito como minhas e do que como vindas de Deus! Afinal acredito que a bíblia deve respaldar nossas atitudes e palavras”, cita Gabrielle sobre como o hábito de decorar versículos é importante na vida do cristão.



Fonte: The Christian Post

Empresa italiana registra o nome Jesus como marca de roupas



Jesus se tornou marca de roupas e usá-la sem autorização pode render processo nos Estados Unidos. 

A notícia divulgada pelo conceituado jornal Wall Street Journal refere-se a uma empresa italiana de vestuário que anos atrás registrou o nome “Jesus” como marca e lançou uma linha conhecida como Jesus Jeans, que usa como slogan a frase “Chi mi ama, mi segua”, que numa tradução livre, pode ser interpretada como “Se me ama, me siga”.

Em 2007, a empresa registrou a patente também nos Estados Unidos, e desde então, advogados da empresa tem solicitado que outras empresas que lançam roupas com o nome de Jesus retirem seus produtos de circulação.

De acordo com informações do Christian Post, os advogados da Jeans Jesus afirmam estarem apenas tentando proteger o valor de sua propriedade: “Se alguém – pequena igreja ou até mesmo uma grande igreja – quiser usar ‘Jesus’ para a impressão de algumas camisetas, não me importo”, disse Domenico Sindico, conselheiro geral da empresa BasicNet, detentora da marca Jesus Jeans.

Um empresário chamado MJ Anton, fundador da Jesus Surfed Apparel Company, empresa que comercializava produtos da marca “Jesus Surfed” (em tradução livre, Jesus Surfou – uma alusão ao fato d’Ele ter andado sobre as águas) teve que retirar seus produtos de circulação após intimação dos advogados: “Quando eu descobri que alguém tinha a marca registrada do nome de Jesus eu entrei em estado de choque”, afirmou.

A empresa detentora da marca Jeans Jesus tem tentado obter o registro em outros países, mas por enquanto não tem tido sucesso. China, Austrália, Turquia, Noruega, Suíça e Cuba estão entre os países que se negaram a aceitar a patente do nome de Jesus para a empresa.

No Brasil aconteceu algo semelhante durante os anos 1990, quando a Fundação Renascer, ligada à Igreja Renascer em Cristo, registrou o termo “gospel” como marca, e durante os anos seguintes, passou a exigir que diversas empresas que utilizavam essa palavra, a retirassem de seus produtos ou mesmo nomes.

A Fundação Renascer no entanto, tornou-se alvo do Ministério Público a partir de 2008, quando solicitou à Justiça o bloqueio de bens da fundação e do então bispo-primaz da Igreja Renascer, José Bruno. Em 2010, a Justiça determinou o fechamento da entidade por indícios de formação de uma organização criminosa, e em 2012 decidiu que a então presidente da fundação, bispa Sonia Hernandes, devolvesse uma quantia de aproximadamente R$ 785 mil ao Ministério da Educação.

Toda essa ação do Ministério Público resultou num segundo processo, em que Estevam e Sonia Hernandes eram acusados de lavagem de dinheiro. Porém, o Supremo Tribunal Federal extinguiu a ação por unanimidade, por não haver no Código Penal a tipificação de crime “organização criminosa”.
FONTE:http://libertosdoopressor.blogspot.com.br/

Pastor grava vídeo com “Rap de Jesus” ao lado de sua esposa e vira hit na internet





Um pastor norte-americano se aventurou pelo mundo do rap e gravou, ao lado da esposa e de um amigo não identificado, um vídeo caseiro cantando suas rimas evangelísticas.

A composição segue a fórmula dos rappers norte-americanos, com rimas inteligentes, assuntos polêmicos para abordar o evangelho além da irreverência.

O pastor Jim Colerick e sua esposa, já alcançaram mais de 1,2 milhão de visualizações com a música “’Rappin’ de Jesus”.

“Eu quero ensinar as crianças a verdade cristã como um todo”, diz o pastor, na batida de seu rap, lembrando que o estilo musical é uma das fortes ferramentas para contato com o público jovem.

O vídeo aparenta ser antigo, devido à qualidade das filmagens, mas foi publicado no dia 13 de janeiro no Youtube.

A audiência do vídeo cresceu devido à descontraída atuação do pastor e seu assistente, que espalha fumaça branca e dança ao fundo, além é claro dos passinhos de dança da esposa do pastor.

Cheio de gírias e com linguagem bastante coloquial, o pastor canta que “Jesus é seu salvador” e não se importa com críticas: “Se um outro MC diz que sou aberração, não respondo dizendo que ele é vergonhoso e suas rimas são fracas. Eu não fico louco e eu não ligo para a crítica.Eu o perdoe e dou a outra face”.

Confira no vídeo abaixo:


Fonte: Gospel+