segunda-feira, 2 de maio de 2011

“A galinha e o pavão”, :


QUANTAS VEZES QUEREMOS SER OU PARECER COM O QUE NÃO SOMOS?TENTAMOS ENGANAR AS PESSOAS COM AS NOSSAS PLUMAGENS E ENFEITES,COLOCAMOS EM NOSSO ROSTO MÁSCARAS E EM NOSSOS CORAÇÕES O ENGANO;AINDA QUE PUDÉSSEMOS ENGANAR A TODOS...DEUS NOS CONHECE PERFEITAMENTE E SABE TUDO AO NOSSO RESPEITO.DIANTE DO PAI TODA A MÁSCARA CAI E TODO CORAÇÃO É DESNUDADO.

Uma galinha passou, acidentalmente, pelo local onde os pavões costumavam desfilar sua beleza. Encontrou ali algumas penas caídas no chão, apanhou-as e resolveu colar todas elas à cauda, achando que estava igualzinha a uma pavoa e até poderia conseguir um namorado pavão.

No dia seguinte, muito vaidosa, foi passear junto com os pavões, que logo reconheceram a mentirosa e a expulsaram do seu meio. Ela tentou se defender, afirmando que também era da mesma espécie dos pavões, mas o chefe do bando, respondeu:
 Não é a beleza das penas que transforma uma galinha em pavão.

SOMENTE QUANDO APRENDERMOS A ACEITAR AS NOSSAS DIFERENÇAS ,E RECONHECER QUE SOMOS O QUE SOMOS ,
É QUE ENCONTRAREMOS DEUS DENTRO DE  CADA UM DE NÓS...
NÃO TENTE SER UM PAVÃO SE VOCÊ NÃO É;
NÃO TENTE SE TRANSFORMAR NAQUILO QUE VOCÊ NÃO É...
QUANTO MAIS TENTAMOS PARECER AQUILO QUE  NÃO SOMOS, MAIS RIDÍCULOS NOS TORNAMOS...

Nenhum comentário:

Postar um comentário